Seguro residencial para danos elétricos é o mais utilizado

Seguro residencial para danos elétricos é o mais utilizado

seguro residencial para danos elétricos é o mais utilizado

seguro residencial para danos elétricos é muito importanteDescubra porque a cobertura de danos elétricos é uma das mais utilizadas no seguro residencial!

A maior procura pelo seguro residencial está relacionada a preocupação dos cliente com roubo e furto e, em alguns casos, com incêndio. O que poucas pessoas sabem é que uma das coberturas mais utilizadas no seguro residencial é a de danos elétricos. Isso ocorre porque o Brasil é o país com maior incidência de raios no mundo! Isso, somado a outros fatores como constantes oscilações de energia e descuidados do dia a dia (como tomadas lotadas de adaptadores), faz com que o brasileiro esteja mais sujeito a danos elétricos a seus equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos.

Leia também:
“Assistência do seguro residencial mais que compensa o preço”
“Seguro residencial cobre roubo de notebook e equipamentos eletrônicos?”
“Seguro residencial para inquilino: como funciona?”

Neste artigo explicaremos como se proteger de danos elétricos. Você também aprenderá como funciona a cobertura de danos elétricos caso precise utilizá-la. Em caso de dúvidas, escreva nos comentários!

Como se proteger de danos elétricos?

O Brasil é o país com maior incidência de raios no mundo. Mas diferente do que se imagina, o raio pode ocorrer mesmo sem chuva, o que significa que estamos sujeitos aos danos dos raios mesmo em períodos sem chuva. Isso aumenta significativamente o risco de danos elétricos ao longo de todo o ano, pois o raio gera um oscilação de energia muitas vezes não suportada pelos equipamentos eletrônicos.

Mesmo sem raios, estamos sujeitos a danos elétricos decorrentes de oscilações de energia imprevistas e curto-circuitos, que podem ocorrer tanto no fornecimento da energia (sendo de responsabilidade do fornecedor) quanto pela má utilização com adaptações irregulares e sobrecarregadas (sendo de responsabilidade do próprio usuário).

Sendo o risco assim tão grande é importantíssimo se precaver. Algumas dicas básicas ajudam você a evitar danos elétricos o que, somado à cobertura de danos elétricos do seguro residencial, deixarão você completamente protegido desse risco. Confira as dicas abaixo e previna-se!

Dicas para evitar danos elétricos causados por você mesmo

  1. Na hora de comprar suas ferramentas elétricas, certifique-se de que foram submetidas a testes de qualidade como do INMETRO por exemplo.
  2. Evite ligar muitos aparelhos na mesma tomada com benjamins, pois isso pode causar curto-circuitos. Também gera aquecimento dos fios causando desperdício de energia.
  3. Fios mal isolados na instalação geram desperdício de energia e podem até causar incêndios.
  4. Desligue sempre os aparelhos elétricos quando for guardar, limpar, não estiver usando ou for conectar ou desligar da tomada.
  5. Quando for instalar aparelhos com cabos removíveis, ligue primeiro o cabo ao aparelho e depois à tomada. Para desligar, faça o inverso.
  6. Desligue a tomada sempre puxando pelo plug e nunca pelo fio.
  7. Ao fazer reparos ou manutenção das instalações elétricas de sua casa, sempre desligue os disjuntores ou a chave geral.
  8. Quando um fusível queimar, procure sempre a causa e substitua por fusível de igual capacidade ou rearme o disjuntor.
  9. Na instalação de antenas de televisão procure fixar a antena distante da rede elétrica, colocando numa distância a qual, caso a antena cair, não toque na rede elétrica. Cuidado na instalação da antena, ficando longe de redes durante a instalação, pois normalmente base das antenas são metálicas e podem causar choques. Caso a antena caia e toque ou recoste na rede, em nenhuma circunstância tente recuperá-la por conta própria.
  10. Não passe fios por debaixo de cortinas e tapetes. Isso pode danificar os fios, causando curto-circuitos e até incêndios.
  11. Não use extensões comuns para aparelhos de grande consumo de energia (furadeiras, lixadeiras etc.). Use cabo industrial de capacidade adequada.
  12. No caso de construção de casas e prédios, fique atento à distância das paredes, janelas e portas das redes de energia da rua. Se estiverem muito próximos, solicite ao RGE de sua cidade para afastar a rede. O mesmo cuidado vale para construção de lajes que possam se aproximar das redes de alta tensão.

Dicas para evitar danos elétricos causados por raios

  1. Pára-raios: O pára-raio leva a energia dos raios, com segurança, para a terra.
  2. Aterramento: É o fio terra. Mas vale ressaltar que o fio terra, isoladamente, não protege os aparelhos de surtos elétricos.
  3. DPS – Dispositivo Protetor de Surto:  Este dispositivo protege as instalações contra surtos de energia. Quando raio incide direta ou indiretamente na rede elétrica que alimenta sua casa, a corrente elétrica que atingiria os equipamentos passa por ele. Mas vale ressaltar que o DPS protege somente de surtos elétricos.
  4. Fios de linha: Eliminam ou atenuam apenas ruídos de radiofreqüência e interferências eletromagnéticas geradas na própria instalação.
  5. Estabilizadores: Minimizar variações lentas e pequenas de tensão na rede elétrica.
  6. Nobreaks: Fornecem energia ininterrupta aos equipamentos, mesmo na ausência total de energia proveniente da rede elétrica.

Dicas para caso de problemas com o fornecimento de energia

Segundo a ANEEL o consumidor pode pedir ressarcimento de dano elétrico à agência responsável pela distrubuição de energia em sua cidade, caso o dano tenha ocorrido por falha no serviço de distribuição. Caso seja o seu caso, procure a agência de energia de sua cidade e solicite o ressarcimento.

E a cobertura de danos elétricos do seguro residencial?

Mesmo nos precavendo e tomando todos os cuidados, continuamos sujeitos ao risco de danos elétricos. Exatamente por isso a cobertura de danos elétricos do seguro residencial é indispensável. Confira algumas dicas na hora de contratá-la:

  • Nunca deixe de contratar cobertura de danos elétricos. Apesar de ela gerar certo acréscimo no preço do seguro, é tão indispensável quanto a cobertura de incêndio e roubo.
  • Ao escolher o tamanho da cobertura de danos elétricos, pense em seus equipamentos eletrônicos (como computadores, notebooks, televisões, DVDs, aparelhos de som etc.) e eletrodomésticos (geladeira, microondas etc.) e procure estimar quando ficaria para consertar possíveis danos elétricos a esses aparelhos.

Como funciona a indenização da cobertura de danos elétricos no seguro?

A indenização da cobertura de danos elétricos é bastante simples. Após constatado o dano elétrico, o cliente faz um laudo técnico que especifica o que ocorreu e quanto ficará para consertar os equipamentos afetados. Esse laudo é enviado a seguradora para aprovação. Uma vez aprovado, o cliente paga a franquia referente à cobertura de danos elétricos e a seguradora todo o restante dos custos de reparação.

Peça já cotação do seu seguro residencial! Preencha dos dados abaixo ou nos contate!

skill@skillseguros.com.br
(19) 3255 3355

Nome*

CPF*

E-mail*

(DDD) Telefone*

Endereço da residência

Coberturas desejadas
 Incêndio, raio e explosão Subtração de bens Danos elétricos Vendaval Outros

Já é cliente da Skill Seguros?

Curta e compartilhe!

No comments

Leave a reply

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *